Instituto Confúcio da UPE participa da competição Ponte Chinesa

O Instituto Confúcio vinculado à Universidade de Pernambuco (UPE) vai participar da 20ª edição da “Ponte Chinesa”, plataforma para estudantes universitários de todo o mundo aprenderem mandarim e entenderem um pouco mais sobre a cultura oriental. Alunos da unidade recifense podem se inscrever na etapa preliminar desta competição internacional até o dia 10 de maio.

O evento ao vivo aberto ao público será transmitido no dia 4 de junho, às 20h (horário de Brasília). Os participantes farão uma autoapresentação e depois um discurso temático sobre o tema “O mundo é uma só família”). Haverá ainda teste de conhecimento, leitura de texto e um show de talentos. 

Os alunos podem se apresentar ao vivo ou gravar um vídeo com antecedência durante a competição. Para participar, o estudante deve estar em nível superior a HSK3. O contato no IC da UPE é o professor Daniel Zhang (81) 99601-4716. 

O Instituto Confúcio da UPE foi estabelecido pelo convênio entre a Universidade de Pernambuco e a Universidade Central das Finanças e Economia da China em 26 de novembro de 2013. 

Além de classes de mandarim para o público geral, o IC/UPE promove cursos avançados de leitura e escrita, de caligrafia e de pintura tradicional chinesa, a fim de atender às necessidades de estudantes de diferentes idades e objetivos na aprendizagem do chinês.

Rede Solidaris:Universidades Inclusivas publica boletim com projetos desenvolvidos pela UPE

A Rede Solidaris: Universidades Inclusivas publicou o seu 7º boletim com um balanço de ações do projeto. A Universidade de Pernambuco é uma das colaboradoras, juntamente com outras 11 instituições da América do Sul e Europa.

Nesta edição, foram divulgadas atividades que a UPE vem desenvolvendo como “o uso da realidade virtual para educação em saúde com foco na classe hospitalar do Centro de Oncohematologia Pediátrica do Hospital Universitário Oswaldo Cruz”. O projeto tem a participação de professores da Universidade Católica de Pernambuco, da promoção hospitalar, um aluno do mestrado em ciências da saúde e outro do curso de medicina e professores da UPE.

Leia mais...

Superintendência do Complexo Hospitalar da UPE inaugura nova estrutura

A Superintendência do Complexo Hospitalar (SCH) da Universidade de Pernambuco (UPE) passa a funcionar a partir desta quarta-feira (5) em uma nova estrutura, projetada para integrar ainda mais as ações de assistência e ensino do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC), do Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape) e do Centro Universitário Integrado Amaury de Medeiros (Cisam).

A SCH/UPE está agora localizada no andar térreo do Pavilhão Ovidio Montenegro (POM) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz. Antes, funcionava no terceiro andar da sede do HUOC. O novo espaço é maior para abrigar os técnicos e ainda possui salas para reuniões e para assessoria técnica. 

Em cerimônia de inauguração realizada de forma virtual, o superintendente da SCH/UPE, Gustavo Trindade, destacou que o objetivo é promover uma maior articulação para o melhor funcionamento dos três hospitais vinculados à UPE.

O evento contou com a participação do reitor Pedro Falcão, do secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação, Lucas Ramos, dos gestores executivos do HUOC (Izabel Avelar), do Procape (Ricardo de Carvalho Lima) e do Cisam (Olímpio Moraes), além de convidados como o ex-reitor Emanuel Dias.

O secretário de CT&I, Lucas Ramos, parabenizou a inauguração da nova estrutura da superintendência do complexo hospitalar, principalmente nestes tempos de epidemia de coronavírus. Ele ressaltou o papel da UPE como vencedora de um edital da Facepe com a proposta de criação de um consórcio de hospitais universitários do estado.

Com a nova estrutura, a SCH/UPE vai atuar no avanço da integração do HUOC, Procape e Cisam, que cresceram em assistência e ganharam mais expressão em Pernambuco no combate à Covid-19.

Segundo números de 2020, o complexo hospitalar da Universidade de Pernambuco oferece 799 leitos (HUOC - 439; Procape - 252 e Cisam - 108) e realizou no ano passado 195,3 mil consultas e procedimentos clínicos médicos. Ao todo, as três unidades reúnem 72% do número total de servidores da UPE.

A nova estrutura da SCH/UPE contempla mais duas homenagens. A Sala de Reuniões recebeu o nome do professor Gustavo Trindade Henriques e a Sala de Assessoria Técnica o nome da assessora Marise Cingolani.

Encerrando o evento, o reitor Pedro Falcão disse que era importante fazer mais uma entrega à comunidade acadêmica e à sociedade pernambucana na área de saúde. Ele elogiou a competência dos profissionais que integram o complexo hospitalar da universidade.

Segundo o reitor, nos seus últimos 18 meses de gestão a saúde continuará sendo prioridade. Como exemplo, citou a reestruturação da Faculdade de Odontologia de Pernambuco (FOP).

Procape recebe veículo doado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região

FOTO: TRF-5/Divulgação

O Pronto-Socorro Cardiológico de Pernambuco (Procape), integrante do Complexo Hospitalar da Universidade de Pernambuco, recebeu um veículo doado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5).  O Nissan XTerra 4x4 foi disponibilizado no edital de desfazimento de bens publicado pela Corte no mês de março. O Procape integra a lista de cerca de 20 entidades/órgãos habilitados para receber equipamentos e veículos da justiça federal.

A entrega oficial do carro ocorreu na segunda-feira (3). No dia 30 de abril o Hospital Universitário Oswaldo Cruz (HUOC) já havia recebido, em cerimônia na reitoria da UPE, uma ambulância Fiorino doada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e pela montadora Fiat, dentro do projeto Craques da Saúde.

UPE abre votação para escolha de logomarca comemorativa dos seus 30 anos de fundação

Reconhecida pela Portaria Ministerial nº 964, de 12 de junho de 1991, a Universidade de Pernambuco (UPE) celebra seus 30 anos de fundação presente em todas as regiões do estado. Participe deste momento escolhendo a logomarca que será usada por todas as unidades que integram a instituição.

PARA VOTAR, ACESSE ESTE LINK E ESCOLHA UMA DAS QUATRO OPÇÕES: https://forms.gle/QwPWqeYsDK9Rm1yj9.

O complexo multicampi da UPE é formado por 15 unidades de ensino e três grandes hospitais, distribuídos no Recife e Região Metropolitana, em Nazaré da Mata, Caruaru, Garanhuns, Arcoverde, Salgueiro, Petrolina, Serra Talhada e Palmares. Além das unidades de ensino e saúde, integram também o complexo universitário da UPE a Reitoria e quatro escolas de ensino fundamental e médio (Escola do Recife e Escolas de Aplicação).

HISTÓRIA - A Universidade de Pernambuco teve sua origem na Fundação de Ensino Superior da Pernambuco (FESP), mantenedora, desde 1965, de um grupo de unidades de ensino superior pré-existentes no estado. Em 1990, a FESP foi substituída, pela Lei Estadual nº 10.518, de 29 de novembro de 1990, pela Fundação Universidade de Pernambuco. Esta instituição de direito público tornou-se a UPE reconhecida pelo MEC em 1991.